Translate

domingo, 26 de agosto de 2012

Uma Cidade que tem História



http://www.ibge.gov.br/cidadesat/painel/painel.php?codmun=293010

HISTÓRICO

Senhor do Bonfim
Bahia - BA
Histórico
O município de Senhor do Bonfim teve origem no povoamento da região por portugueses, com elementos escravos e indígenas, ao seguirem a rota das bandeiras que se dirigiam às margens do Rio São Francisco, ou às minas de ouro de Jacobina, que atraíam inúmeros aventureiros.
A área onde está localizada a cidade de Senhor do Bonfim, ainda no século XVII, abrigava apenas rancharia de tropeiros. Esse primitivo núcleo demográfico situava-se à margem de uma lagoa, recentemente drenada e coberta aos fundos da atual praça Juracy Magalhães, na confluência com as ruas José Jorge, Visconde do Rio Branco e Irecê.
A povoação mais próxima, naquela época, era o Arraial de Missão do Sahy, em cujas proximidades se localizava o aldeamento dos índios pataxós, primitivos habitantes da região. Aquele Arraial era dirigido pelos religiosos franciscanos que ali, em 1697, erigiram conventos e igrejas, sobre a invocação de Nossa Senhora das Neves.
Em torno da primitiva rancharia foram contruídas novas habitações à margem da "Estrada das Boiadas", atualmente Estrada Real Bonfim - Juazeiro, desenvolvendo-se uma povoação que em 1750, recebeu oficialmente o nome de Arraial do Senhor do Bonfim da Tapera.
Pela Lei provincial nº 2.499, de 28 de maio 1885, a Vila Nova da Rainha foi elevada à categoria de cidade, com o topônimo de Bonfim que, também, designava o município até 1944. Instalado este em 7 de janeiro de 1887, pelo juiz de direito interino Dr. Aurélio Pires de Carvalho e Albuquerque, ficou constituído de dois distritos: Bonfim e Jaguarari.
De acordo com a Lei nº 628, de 30 de dezembro 1953, o Município de Senhor do Bonfim passou a ser contituído de cinco distritos: Senhor do Bonfim ( sede), Carrapichel, Andorinha, Igara e Tijuaçu.
Mas passado aquele momento histórico, em que Bonfim mergulhava em um mar turvo de que emergira galhardamente, cônscio do seu dever civíco, destemida reação se fez sentir e o nome de cidade de Senhor do Bonfim ou simplesmente Bonfim, como carinhosamente a identifica o povo, voltou aos corações bonfinenses vitorioso. Assim, em 28 de maio de 1885 foi elevado de Vila Nova da Rainha para cidade do Senhor do Bonfim.
A ferrovia exerceu influência fundamental na estruturação e no desenvolvimento de Senhor do Bonfim, em especial no que concerne ao aumento da dinâmica comercial, em função da maior agilidade no transporte de mercadorias e do acesso facilitado de viajantes.
A cidade de Senhor do Bonfim sedia uma diocese, criada pelo papa Pio XI, em 06 de abril 1933. O bispado de Senhor do Bonfim abrange uma grande área do Norte baiano, aqui instalado desde 19 de dezembro de 1935, na presença de Dom Augusto Álvaro, o Cardeal da Silva.
Senhor do Bonfim é a terra do primeiro governador constitucional da Bahia, Dr. José Gonçalves, como também a primeira localidade na Bahia onde foi hasteada a bandeira nacional no pós-república. Esta bandeira é a que representa nosso país na atualidade. Sempre esteve, o povo bonfinense, participando dos movimentos políticos desde o império até a era republicana, fazendo valer sua presença nos movimentos populares, que foram ajudando a formar o pensamento nacional.




                                                Bandeira




Brasão



                                                       Localização



A cidade está localizada no sopé sul da Serra do Gado Bravo, extensão da Chapada Diamantina, na Cordilheira do Espinhaço. Sua altitude, na região central da urbe é de 453 metros acima do nível do mar, segundo a historiadora Olga Menezes. Por ter localização privilegiada, é sempre verde em todosos meses do ano, um pequeno oásis no sertão baiano.
Sua população estimada em 2007 era de 72.511 habitantes (fonte IBGE Censo 2007). Atualmente está com cerca de 74 mil habitantes e uma área de 817 km².

Senhor do Bonfim é a capital baiana do forró. Seu São João está entre os melhores do Brasil, e é muito conhecido por sua guerra de espadas e tradição cultural de seu povo que coloca uma fogueira na frente de cada casa.





       Imagem de Senhor do Bonfim via Google maps






                                                             

                                           Denominação

A cidade de Senhor do Bonfim foi assim denominada em homenagem a uma forte devoção portuguesa trazida para a Bahia. A influência européia passou a ser difundida através dos colégios Sacramentinas e Maristas ao ensinarem latim, francês, desenho, pintura, piano, violino e afins. 



                                                             Serra da Maravilha

As fotos abaixo são da Serra da Maravilha, onde está situada a Capela da Maravilha.










                  Serra da Maravilha - Trilha Senhor do Bonfim - Suinos Trail Club



                                       Voo Sr do Bonfim-Ba 01-05-2008






video


Abaixo, Senhor do Bonfim antiga:

Fonte das fotos abaixo, informações e comentários: Lima Zaid  http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1526672:  



"Foi essa a Senhor do Bonfim que Ruy Barbosa conheceu, em 1919, chamando de Terra do Bom Começo. Foi a única cidade que ele visitou em todo o Sertão da Bahia." por Lima Zaid 



"O antigo cinema. Hoje, é uma Igreja Universal" por Lima Zaid





"Essa rua hoje é duplicada, e fica ao lado do atual Colégio Sacramentinas, que só seria construído na década de 1930" por Lima Zaid




"Parte dessa praça é ocupada atualmente pela Biblioteca Municipal e INSS" por Lima Zaid




"Prefeitura Municipal, antiga casa da Câmara e Cadeia" por Lima Zaid



"Residência do Cel. Antonio Félix Martins, onde se hospedou Ruy Barbosa. Atualmente, é a sede do Bispado" por Lima Zaid



"Esse coreto ainda existe, bem mal conservado. Fica no bairro da Gamboa, vizinho à Estação Ferroviária" por Lima Zaid




"Nessa rua, atualmente, fica a agência da Caixa Econômica da cidade. Todos as edificações já foram demolidas..." por Lima Zaid



"Essa foto da Praça Nova do Congresso (que se chamava Benjamin Constant), então, é de doer... O casarão da esquerda era a sede da Sociedade 25 de Janeiro, e foi demolida para a construção da nova sede, um bloquinho comprido e horroroso" por Lima Zaid



"Praça ao lado da Catedral. A casa da direita ainda existe" por Lima Zaid



"Atualmente, nessa rua, fica o principal calçadão da cidade, o "Shopping Calçadão" por Lima Zaid



"Nenhuma dessas casas, nessa rua atrás da Prefeitura, existem mais... " por Lima Zaid



"Todas essas casas também sumiram... Essa é a rua onde hoje fica o Bradesco" por Lima Zaid



"Catedral... A casa à extrema esquerda da foto ainda existe" por Lima Zaid



"Feira livre... Ainda é realizada no mesmo lugar" por Lima Zaid



"Essa foto é de chorar e morrer de raiva!!! No lugar desse casarão com muros, fizeram um bloquinho feio de dois pisos, onde é atualmente a Magazine Luiza... " por Lima Zaid



"Essa foto, na atual Praça Nova, mostra à direita um casarão que, felizmente, está conservado... E seja sempre assim!" por Lima Zaid



Esta foto é de propriedade do Sr. Valberto Ferreira Goes, descendente de Matheus Ferreira,  ex proprietário da casa de numero 233, no Alto da Maravilha, encarregado de trazer a Viação Férrea Leste Brasileira para Senhor do Bonfim.





Visita de Ruy Barbosa a Senhor do Bonfim

Ruy Barbosa, um dos intelectuais mais brilhantes do seu tempo, político, diplomata, escritor, filólogo, tradutor e orador brasileiro, visitou o Sertão baiano acompanhado por seu discípulo, Bernardino Madureira de Pinho, no início da campanha contra o Cangaço, na Bahia, Madureira de Pinho exercia a função de Secretário de Polícia e Segurança e veio a perder sua função quando o governo baiano foi derrubado pela Revolução de 1930.
Em Senhor do Bonfim recebeu diversas homenagens, dentre elas, Ruy Barbosa foi homenageado pela Sociedade “União e Recreio” que inaugurou o retrato de Ruy Barbosa no salão nobre de seu edifício. O retrato é uma bela obra de arte.





Foto de Ruy Barbosa, em Senhor do Bonfim, dia 5 de dezembro de 1919, à entrada da residência em que se hospedou, pertencente, na ocasião, ao Coronel Antonio Felix Martins. Atualmente é a sede do Bispado.
Nesta fotografia: Antonio Felix Martins, Salustiano Figueiredo, Cordeiro de Miranda, Francisco Esteves da Silva, Ruy Barbosa e Bernardino Madureira de Pinho. 
A matéria no “Correio do Bonfim”, datado de 5 de dezembro de 1919:
“RUY BARBOSA NO SERTÃO. Seja bem vindo a nossa terra o Maior dos Brasileiros”
Extraído dos blogs:



Senhor do Bonfim atual:

            fotos de autoria do Museu MAC Bahia




           Capela Azul das irmãs Sacramentinas





                   Calçadão das irmãs Sacramentinas 






                      Calçadão das irmãs Sacramentinas 




                  Hotel Novo Leste situado na Praça Lauro de Freitas





                        Colégio Ceciliano de Carvalho 






                     Monumento em homenagem as irmãs Sacramentinas 




                  Busto de Lauro de Freitas, situado na Praça Lauro de Freitas 




                   Monumento de antigo chafariz, em frente à Estação Ferroviária 





                  Restaurante China Real 






                   Prefeitura de Senhor do Bonfim





                         Praça Nova do Congresso 




                     Praça Nova do Congresso 




                   Praça Nova do Congresso 




                       Colégio Sacramentinas ( antes só para meninas) 




                  Colégio Sacramentinas ( antes só para meninas) 





            Calçadão das irmãs Sacramentinas






                   Casa histórica de Senhor do Bonfim 




                        Casa histórica de Senhor do Bonfim 




                     Casa histórica de Senhor do Bonfim 




Casa histórica de Senhor do Bonfim 



Casa histórica de Senhor do Bonfim 



Estação Ferroviária de Senhor do Bonfim 



                     A Catedral de Senhor do Bonfim 





               Universidade Federal do Vale do São Francisco ( Campos de Senhor do Bonfim





                   Antigo Colégio Maristas ( antes só para meninos)




Calçadão do Antigo Colégio Maristas



Durante a primavera, a cidade se enche de flores



Cruz da redenção, situada na Praça Antônio Gonçalves 



Senhor do Bonfim durante o Natal, um encanto para as crianças de todas as idades 



              Senhor do Bonfim durante o Natal, um encanto para as crianças de todas as idades 




Senhor do Bonfim durante o Natal, um encanto para as crianças de todas as idades 



Senhor do Bonfim durante o Natal, um encanto para as crianças de todas as idades 



Senhor do Bonfim durante o Natal, um encanto para as crianças de todas as idades 



Senhor do Bonfim durante o Natal, um encanto para as crianças de todas as idades 



Estação Ferroviária de Senhor do Bonfim 



Igreja de Nossa Senhora de Fátima, situada no Alto da Maravilha



Senhor do Bonfim ganha a sua primeira loja de departamentos, as Lojas Americanas, que chegaram antes do Natal de 2012.



Tradição

Guerra de espadas também é tradição no São João de Senhor do Bonfim




Considerada a capital baiana do forro, a cidade de Senhor do Bonfim, a 370 quilometros de Salvador, atrai turistas especialmente pela festa com foco na cultura regional, com muita sanfona, quadrilha, banda de pifanos, guerra de espadas em volta das fogueiras e alvoradas juninas, que animam o público durante a madrugada ao som de forro.
Dados e foto extraídos do site de turismo:http://turismo.ig.com.br/destinos_nacionais/2011/05/27/programe+se+para+as+festas+de+sao+joao+do+nordeste+10428733.html

Infelizmente, por determinação do Ministério Público, a tradicional Guerra de espadas foi proibida. Abaixo o depoimento de um antropólogo:






É nesta cidade, onde se mistura o novo e o antigo, que o Museu de Arte Contemporânea da Bahia será aberto ao público



Quem somos:
O MAC é um museu ONG (Organização não Governamental) em fase de implantação, registrado no Sistema Brasileiro de Museus (IBRAM), CNPJ 11.431.729/0001-39, que se reconhece comprometido com a redução da dívida social para com a população excluída do universo das Artes Visuais, na medida em que possibilitará o acesso de jovens, crianças e adultos à arte educação, à educação patrimonial e a educação ecológica, vistas como processo formativo na melhoria da qualidade de vida do nordeste brasileiro.












video



 Conheça nossos artistas clicando nos dois links abaixo:

http://museudeartecontemporaneamac.blogspot.com.br
 http://museudeartecontemporaneamac.blogspot.com.br/2012/10/artista-do-acervo-permanente-do-museu_8.html



                                     Lançamento do Acervo Permanente

Cerimônia de Lançamento do Acervo Permanente do Museu de Arte Contemporânea da Bahia, na Câmara de Vereadores de Senhor do Bonfim, de 13 a 23 de janeiro de 2012, que contou com a participação do Professor de Restauração da Universidade Federal da Bahia e representante do Brasil da Itália, José Dirson Argolo, com a palestra sobre Patrimônio, Restauração e Primeiras Obras de Arte que chegaram ao Brasil. 
Abaixo, o Professor José Dirson Argolo em sua palestra de abertura do acervo e o Vice Presidente do MAC, Professor José Eduardo Clemente, que apresentou o projeto do museu ao público.
http://museudeartecontemporaneamac.blogspot.com.br/2012_01_01_archive.html












Um pouco sobre História da Arte no Brasil clicando no link abaixo:

http://museudeartecontemporaneamac.blogspot.com.br/p/primeiras-obras-de-arte-que-chegaram-ao.html



    1ª Obra de Arte restaurada pelo MAC em Senhor do Bonfim


Primeira obra de arte que o Museu de Arte Contemporânea da Bahia restaurou em Senhor do Bonfim, a imagem de Nossa Senhora de Fátima, que chegou ao museu quebrada em 58 pedaços, vítima de um acidente. Abaixo a obra restaurada:






Fale conosco:


video



Uma homenagem do Museu de Arte Contemporânea ao Padroeiro da Bahia, Senhor do Bonfim, na voz de Caetano Veloso